A Mãe do Autista

A Mãe do Autista
...Investi tudo naquele olhar...Tantas palavras num breve sursurrar...paixão assim não acontece todo dia!

quinta-feira, 25 de março de 2010

Inclusão ou Exclusão, o que esta acontecendo em nossas escolas?

Essa semana meu filho começará na APAE 2X por semana pela manhã, e tarde continua na "normal" acho que essa ajuda muito na socialização (tenho visto um esforço enorme dos professores dessa escola particular que esta meu filho).

Criança Especial requer uma Pedagogia Especial, a formação é diferente, os métodos são diferentes, verifiquei isso nas palestras de um Encontro de Autismo que aconteceu ano passado, fiquei perplexa, primeiro qdo conheci uma escola só para Autista de Curitiba, toda dentro da metodologia TEACCH, até a organização do espaço físico da sala de aula é diferenciado, coisa impossível fazer junto com o restante da turma.

Principalmente se teu filho esta “socado” numa sala com trinta crianças por exemplo.

Fiquei maravilhada, com o trabalho, metodologia... “- Então eles aprendem!!!!!!, fiquei eu la com a boca bem aberta”.

Depois as professoras da APAE daqui mostraram suas experiências, usa essa mesma metodologia, lindo trabalho, empolgante, apaixonante.

Mas em seguida me senti muito angustiada, triste, porque logo pensei:

- “Caramba, nas salas de aula eles nunca vão aprender!!!!!!!!!

Sou contra a inclusão? Não em absoluto, sou contra o que se apresenta atualmente, com a falta de respeito desse governo aos alunos e professores, onde expõem pais e os alunos Portadores de Necessidades Especiais em verdadeiras humilhações em muitos casos.

Educação Especial tem que ter vocação, entrega e paixão. Não é pra qualquer um. Eu tenho muito medo disso, imagine eu como mãe tem dia que não aguento o meu filho, porque tem que ter muita paciência, imagina professores e escola despreparada, Acredito que acaba excluindo a criança.

É preciso um investimento maciço na formação de professores, o governo parece não ter percebido isso, jogando o rojão nas mãos de professores e diretores, que não tem formação adequada, e pais que cobram e com razão os seus direitos!

Gente atenção! Inclusão não é só pra autista, temos sempre que lembrar disso! Há tantas outras síndromes.

Fiquei imaginando agora uma sala com um portador de necessidades auditivas, visuais, autistas, todos numa sala.

E não é viagem minha daqui a uns dez anos será bem comum, e espero que até lá sejam formados Super Professores cheios de soluções em seus cinturões com Super Poderes, pedagógicos, psicológicos, psiquiátrico, medicinal e paranormal, rs.

“Acredito” que com o tempo a coisa vai melhorar, porque a inclusão é muito recente.

Mas hoje na minha vivência e opinião digo que a Escola Especial é importantíssima para os nossos meninos lá estão os profissionais qualificados, multidisciplinares e com muita experiência, não esperem nesse momento que a escola Regular supere a Especial e atenda as necessidades dos nossos autistas.

Ainda acho que frenquentar as duas seria um boa alternativa pra o desenvolvimento destes.

15 comentários:

  1. A minha princesinha freqüenta todas as manhãs escola especial que funciona junto com a APAE, e a tarde a escola regular numa sala com 30 crianças, as professoras são dedicadíssimas, mas sem preparo, então como ela se adaptou bem e é interessante para "socializar"(temos que entender o que é isto para os autistas), ela freqüenta mas não produz, não participa do método de ensino tradicional,para ela é como se tivessem falando grego!!!!
    Dia 02-04 vamos nos unir para divulgar!!!!!
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Tidy
      1.Vc poderia me informar em que escola sua filha estuda? Estou procurando uma escola para o meu filho.
      2.Se quiser eu mando contato de profissionais em Curitiba, o material que eu tenho além de lhe passar a minha experiência como pai de autista.
      Favor enviar um e-mail para rpvad@yahoo.com.br. Obrigado
      Rodrigo Pereira Viana

      Excluir
  2. gostaria de saber de uma escola de inclusao para meu filho autista ele tem 10 anos e sempre estudou em escola especial.

    ResponderExcluir
  3. gostaria de saber se há uma escola especial onde acetaria meu filho que além de ser autista é deficiente visual, em curitiba.

    ResponderExcluir
  4. Ola anônimo
    Curitiba só conheço o Centro Conviver, fora isso...quantos anos tem teu filho?
    Me add
    alessakravitz@hotmail.com

    ResponderExcluir
  5. Ronaldo Neves de Almeida16 de outubro de 2011 18:27

    Olá sou Pai do Vitor ele tem 10 anos já te adicionei se tiver alguma informação que possa me ajudar fico grato.

    Ronaldo

    ResponderExcluir
  6. Olá
    Estou lutando para achar uma escola para meu filho que completa 3 aninhos agora em dezembro. Infelizmente em todas que ligo dizem que já acabaram a vaga para a inclusão. Não sei o que fazer, pois estou com ele em casa, e acabamos de nos mudar para curitiba para o tratamento ser feito da maneira correta. Agora estou sem chão e pensando o que fazer com ele no ano que vem, ele começará todas as terapias que precisa e tudo mais, mas preciso de uma escola para que ele tenha um convivio social com outras crianças. Gostaria de saber se a questão do tutor em sala de aula é obrigatória? Pois as escolas nas quais estou ligando dizem que precisa de tutor. Não tenho condições de estar pagando a escola, terapias e mais um tutor. Será que por acaso você poderia me passar alguma informação em relação a isso??
    Adoro seu blog.....
    Abraços
    Priscila

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Priscila.
      Se quiser eu mando contato de profissionais em Curitiba, o material que eu tenho além de lhe passar a minha experiência como pai de autista.
      Favor enviar um e-mail para rpvad@yahoo.com.br
      Rodrigo Pereira Viana

      Excluir
  7. Boa noite,meu sobrinho se chama Daniel e foi diagnosticado recentemente com autismo estamos procurando orientação qualquer ajuda é bem vinda em relação a informação de escola e metodo de tratamento;desde já obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Angélica.
      Se quiser eu mando contato de profissionais em Curitiba, o material que eu tenho além de lhe passar a minha experiência como pai de autista.
      Favor enviar um e-mail para rpvad@yahoo.com.br
      Rodrigo Pereira Viana

      Excluir
  8. Boa noite! Gostaria de saber de alguém que tenha a seguinte informação a criança autista tem algum direito tipo ajuda de custo para o tratamento. também fiquei sabendo do centro conviver mas o preço fica fora do meu orçamento.Obrigado desde já!

    ResponderExcluir
  9. 1.Gostaria de saber se alguém poderia me informar escolas particulares em Curitiba que tem uma boa política de inclusão ou que, pelo menos, tem boa vontade e se esforçam neste sentido. Meu filho está terminando este ano a Educação Infantil e ano que vem terá que ir para o 1º ano do Ensino Fundamental. Quem puder me ajudar, agradeço.
    2.Por outro lado, encontro-me à disposição para ajudar na indicação de profissionais para o tratamento dos filhos de vocês.
    Graças a Deus, descobrimos quanto o Gabriel tinha ainda 3 anos e pudemos estimulá-lo com várias terapias. A melhora foi fantástica e ele está conseguindo acompanhar escola regular.
    Favor enviar e-mail para rpvad@yahoo.com.br.
    Rodrigo Pereira Viana

    ResponderExcluir
  10. Bom dia. Tenho um filho deficiente visual e cadeirante que esta no 6 ano. Faz todo acompanhamento multidisciplinar, tem apoio da escola especial e frequenta o colegio regular. Eu acho muito importante esta inclusao onde e enriquecedor para todos para os especiais que percebem que as diferencas existem mas isso nao os excluem da sociedade e dos normais que aprendem a conviver, respeitar e achar normal as diferencas. Uma boa inclusao so e feita com amor de ambos os lados. A escola tem que estar disposta a aprender a incluir e os pais a ajudar nessa orientacao. Nao so cobrar mas, caminhar junto. Cada crianca e um ser particular tem suas diferencas, as nossas mais ainda. Ninguem conhece mais do que os pais quem melhor para orientar este aprendizado. Inclusao e algo novo que ainda engatinha no brasil. Ter paciencia e boa vontade e fundamental. Sou totalmente a favor da inclusao. Quanto mais limitamos um espaco menor ele fica. Vamos dar aos nossos filhos o direito e oportunidade de participar da sociedade.....as dificuldades que surgirem enfrentaremos com eles.

    ResponderExcluir
  11. Caros,Sou mãe de uma criança autista (ainda não diagnosticada como tal) de 4 anos e dado o nível dentro do espectro em que se encontra, não recomendo a escola especial. Antes de buscar a educação especial é importante verificar se realmente a criança requer este tipo de atendimento. Caso contrário, não vejo benefícios. Exemplos históricos de pessoas portadoras de autismo (quando nem se sabia o que era isto) foram colocadas para interagirem o mais cedo possível em ambientes que mais reproduzem e reproduzirão o meio social onde esta pessoa deverá aprender a conviver tem demonstrado mais eficácia a longo prazo, pois tanto elas quanto os demais aprenderão a entender melhor o que esperar de ambas as partes. Meu filho está numa escola regular, integral, com apoio psicoterápico e fonaudiológico, a escola é extremamente inclusiva, fazemos acompanhamentos regulares junto a equipe técnica, inclusive apoiando e desmistificando algumas das características digamos "previsíveis" por alguns especialistas sobre o TEA, principalmente se não existe um comprometimento cognitivo no quadro. Digo a vocês que como mãe já recebi alguns prognósticos apocalípticos sobre as dificuldades que ele teria que não se confirmaram, portanto, o TEA é amplo e ainda muito desconhecido quanto a suas expectativas. Falando como mãe e psicóloga acho que o cérebro humano é moldável, desde que bem condicionado para tal. Acho que depende muito de avaliar caso a caso, não estabelecendo um limite para a criança antes que ela possa realmente demonstrá-lo.

    ResponderExcluir
  12. Olá! Meu filho mais novo tem espectro autista, e hiperativo e tem uma síndrome rara que causa deficiência intelectual, não foi fácil achar escola, a primeira foi uma péssima experiência e ele so piorou apesar da escola ser uma das melhores da cidade, acabei encontrando o Colegio Tradiçao em são jose dos pinhais que o acolheu super bem e por dois anos fez um lindo trabalho, indico a todos! Abraços!

    ResponderExcluir