A Mãe do Autista

A Mãe do Autista
...Investi tudo naquele olhar...Tantas palavras num breve sursurrar...paixão assim não acontece todo dia!

domingo, 28 de março de 2010

O Autismo além das várias características, possui uma muito marcante das síndromes em geral que é "a beleza".

Qdo ele aparece puro, ou seja não vem em conjunto com outra síndrome ,vc não consegue perceber por "Pistas Físicas".

Talvez ai a dificuldade de se entender : "- Autista? Nossa nem parece ele é tão lindo!!!"

Eu ouço isso o tempo todo, qdo tento justificar em público um comportamento inadequado.

Outro dia fui levá-lo ao posto de saúde, a porta lá é automática, bastou a danada abrir-se em sua frente, pra ele começar a passar mal.

Começou a gritar, jogou-se no chão fazendo força para não conseguir levantá-lo,
A senhora atendente logo disse, a consulta é do "reinão"? Mas não falou aquilo por mal coitada, afinal ele estava fazendo aquele banzé todo.

A disse: - Ai senhora é sempre assim qdo entra num local novo, o menino é autista!!!!

A mulher ficou toda sem graça, como um menino lindo desse poderia ser autista!

Nem precisou dizer que o pediatra ficou atordoado, não só ele como todo povo que estava ali.

Só me restou mandar levá-lo pra escola novamente, e eu fiquei ali com aquelas pilhas de exame pro médico anotar.

Nesses tempos que tive fazendo consultas e levantando diagnóstico,eu fui por convênio e outras dinheiro vivo mesmo!

Minha intenção agora, era que ele entrasse no sistema do SUS, para ver se consigo entrar em algum grupo de apoio, programa sei la, como agora o diagnóstico esta fechado o negócio era seguir tratamento.

O médico disse que ele encaminharia para psicóloga, e ela encaminharia para o quem fosse necessário, mas na naquele posto não tinha, psicóloga e nem psiquiatra,teria que esperar, estavam esperando por um concurso público que estava por sair.

Ai pensei se eu não tivesse pais que nos ajudassem, amigos, plano de saúde, se calhar nem saberia ainda o que tinha a criança, assim como tantas outras que não tem condições.

Dai lembrei da minha amiga que tem tbém um menino autista, que esperou meses pela consulta da Fono (feliz porque seria menos uma coisa pra pagar), que disse que as sessões seriam "uma vez por mês" , a pobre ficou completamente sem ação estática na frete da mulher!
Lógico que não voltou mais né,! "Uma vez por mês"!!!!!!!!!

Comportamento II

Vim agora de um aniversário de criança, um aninho do filho de uma amiga, festa linda, e ele? Começou a "passar mal, a gritar, jogar-se no chão fazendo força para não conseguir levantá-lo".
Fugindo pra porta como sempre, podemos pensar "muitos estímulos" sim claro, mas como ele atinava em querer abrir os presentes(e ficou naquela obsessão), se tivesse tão incomodado nem queria saber deles, penso eu.

Tivemos que vir embora, eu saí a francesa(deixa eu me iludir),se é que dava pra sair assim com aqueles berros todos! Nem me despedi da amiga,como ficamos cansados numa situação dessas!

4 comentários:

  1. Não tem aquele ditado que "Mãe só muda o endereço"?
    A minha filha faz exatamente as mesmas coisas e raramente alguém aceita que ela é autista, a danada também é "muito bonita", eu acho linda, mas eu sou suspeita!rsrsrs
    Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Pois é, as pessoas estranham mesmo, quando eu digo que a minha princesa de cachinhos é autista..." mas ela parece normal !!!"....pois é, ouço isso o tempo todos, mas acho que a maioria das vezes é pq as pessoas ficam sem graça, sem saber como agir ou o que falar....e em relação ao plano de saude, a minha filha tinha direito a 7 consultas pela fono....terminada as consultas, eu teria que paga-las......Viva o Brasil!!!!

    ResponderExcluir
  3. Joelma Pecoraro de Arruda7 de abril de 2010 11:45

    Oi, minha amiga concordo com voce nossas crianças são realmente lindas, ai esta a dificuldade das pessoas entenderem que elas são especiais, pois não possuem caracteristicas fisicas, como uma com Dowm.

    ResponderExcluir
  4. Talvez ai a dificuldade de se entender : "- Autista? Nossa nem parece ele é tão lindo!!!"

    Eu ouço isso o tempo todo, qdo tento justificar em público um comportamento inadequado.

    Pois é amiga até quando a gente vai ter que ficar explicando os comportamentos dos nossos filhos??

    ResponderExcluir